Dia 11: projeto inovação educacional em foco

Acabou.

Finalizei a ultima visitação técnica a menos de 30 minutos atrás e estou emocionada. Foi tão difícil segurar que preferi me esquivar da delegação brasileira que estou fazendo parte. É que na verdade eu caí em prantos. E não foi de saudade dos meus filhos.

A Estônia foi uma gratíssima surpresa! Muitas iniciativas positivas aqui. Impressionante o mindset colaborativo deles – que configura uma nova visão de competição. Como são atualizados.

O último encontro que participei foi com o presidente da associação dos diretores da Estônia. E, a cada palavra que ele dizia eu fui chegando mais perto da seguinte conclusão: “a Educação não é um problema político nem financeiro. É um problema de mindset”.

Quando pessoas entendem o real propósito da educação, elas naturalmente se movimentam a favor dele.

Nós somos o que acreditamos. Nós fazemos o que acreditamos. Nós agimos a favor do que acreditamos. É uma característica humana.

Se o que fazemos não tem funcionado é sinal de que precisamos mexer nas nossas crenças. Acima de tudo.

A autoavaliação tem um lugar especial no sistema de educação estoniano. É considerada sua gênese motivacional: “se eu tenho o poder de me avaliar, logo eu assumo a responsabilidade pelo meu próprio resultado”. Ou seja, representa uma auto-motivação para conseguir evoluir meus resultados. Além disso, implica na noção humilde de reconhecimento da própria vulnerabilidade. E na ideia de que “as coisas partem mais de você do que de qualquer outro fator externo”.

Este é o mindset necessário para qualquer mudança real e eficiente. Ademais, é através da compreensão da minha vulnerabidade, do fato de que sou incompleto, que abro o espaço para a colaboração. Afinal, numa ótica de que “tudo posso” sou “auto-suficiente”, não preciso de ninguém para colaborar comigo.

Durante todos esses dias de pesquisa e visitação eu me mantive firme no propósito de encontrar inputs e de adotar uma postura mais criativa do que comparativa. Volto ao Brasil com muitas ideias e com a missão de elaborar um checklist prático e de fácil aplicação para que professores de todas as escolas (independente de recursos financeiros ou intelectuais) possam promover mudanças significativas, orientando-nos para atender as demandas reais desse século XXI.

Dia 13 de junho de 2019, às 19h30, realizarei um hangout para alguns dos apoiadores da campanha que financiou coletivamente essa pesquisa. Se você deseja participar e ouvir todos os meus demais insights, contribua com este projeto através desse link, aqui.

Até breve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s